quarta-feira, julho 09, 2008

É p'rá amanhã (bem que podia ser hoje)!

O título deste post é sacado de um tema do poeta-compositor-cantor-cabeleireiro-rabicho-visionário-piroso António Variações, mas não é dele que vou falar e sim de outro caso da música pop tuga: os Delfins. Caso não saibam, dou-vos a boa notícia: os Delfins anunciam amanhã, quinta-feira, o final da sua carreira! Eu, pessoalmente, estou em pulgas e mal consigo esconder a satisfação. Só me dá vontade de, sei lá, sair pelas ruas e gritar "os Delfins acabaram". Já nem me interessa se o país está em crise (crise era quando os Delfins lançavam um cd!!!), se o petróleo vai chegar aos 200 dólares/barril, se o BCE aumentou as taxas de juro, se o Sócrates está a preparar uma reedição do Bloco Central com a Ferreira Leite… Não quero saber de tais pormenores. O que interessa é que os Delfins vão acabar!!!!!! Essa decisão vale milhões! Impede a acefalia das novas gerações! Faz até o ministro Manuel Pinho parecer sexy! Aliás, a notícia do fim dos Delfins é tão, mas tão boa que, para ser perfeita, só faltava ser-me sussurrada ao ouvido pela Monica Bellucci!

Bem sei que há gente pessimista, gente que anda há anos, até mesmo séculos, à espera do Dia do Juízo Final, do Armagedão, do Apocalipse, do Fim do Mundo… Ora, eu acho que já não há motivos para tanta má-onda, pois a redenção chegou na forma do fim dos Delfins. Já não é necessária uma segunda vinda de Cristo: o mundo está salvo e os nossos ouvidos também. Aliás, perdoe-se-me a inconfidência, mas os meus tímpanos, quando souberam da notícia, trataram logo de organizar uma orgia na trompa de Eustáquio (eles bem quiseram que tivesse lugar na trompa de Falópio, mas a verdade é que não sou gaja, portanto não possuo uma).

Mas não sou só eu a delirar: os músicos também já não terão vergonha de ser músicos, uma vez que deixarão de ser colegas dos membros dos Delfins. Quanto aos melómanos, já poderão novamente dizer que a música é a mais elevada expressão do espírito humano, algo impossível de argumentar quando se sabia que os Delfins também faziam música, ou pelo menos algo parecido.

A verdade é que, partir de amanhã, dá-se o início de uma nova era, pois há menos uma banda de Cascais a mandar canções da treta para o mercado. É o Jardim do Éden que se nos revela, todo um paraíso que se apresenta para nosso deleite. Ahhh, como a vida é bela...

5 comentários:

Gabriela disse...

Com uma crítica tão entusiasticamente escrita, fiquei curiosa sobre as tuas preferências musicais...

Ilda disse...

Bom, eu até gostava dos Delfins, ainda fizeram parte da minha adolescência... bons tempos!!!

Daniela Major disse...

"o ministro Manuel Pinho parecer sexy"

sexy e Pinho são duas palavras não compativeis na mesma frase!!!

Peter of Pan disse...

Eu sei, mas a notícia do fim dos Delfins embriagou-me...

Agora passou-se mesmo disse...

Eh pahh quase que me vinha com este texto

Continuas sem dizer afinal quais os teus gostos musicais...n te inibas vá di-lo hehe

E já agora sabes quem são os delfins?? hmmmm duvido que saibas, porque se soubesse não falavas axim, oh tony

Sabes que álbuns lançaram? Sabes em que sítios já tocaram? Não,não foi na tua retrete

Já agora volta-se à questão inicial. O q é os Delfins fizeram ou te fizeram de mal? É que se não teduzes esse teu odiozinho de estimação ninguém percebe, e ficas a falar sozinho e não deve haver coisa pior

cuida-te rapaz,criticar da pouca música boa que se faz ou ainda se fez por cá não te fica bem