quinta-feira, agosto 05, 2010

Tremei, mundo

Daqui a mais ou menos uma hora, vou cozinhar.

Não sei por que é que há tanta preocupação com o Irão ou a Coreia do Norte. Se a comunidade internacional soubesse daquilo que sou capaz no exíguo espaço de uma cozinha, teria em pouco tempo o exército norte-americano, a força aérea alemã, a marinha russa e os dois submarinos portugueses aqui à porta.

E claro, recebê-los-ia todos com a minha versão muito original de esparguete (trata-se da verdadeira arma de destruição em... massa!), que os inspectores das Nações Unidas já classificaram como "a maior ameaça à integridade física dos seres humanos desde que alguém se lembrou de colocar na televisão o Rui Santos para falar sobre futebol".

Desejem-me, ao menos, um bom almoço. Tchau.

3 comentários:

C.Cruz disse...

LOL! Então bom almoço.

)0( disse...

E que tal?
A cozinha sobreviveu?

artnis disse...

"...a minha versão muito original de esparguete..."

De tão 'original' que é ...será feito com arroz ou com batata?!