sexta-feira, dezembro 11, 2009

Pornografia ou vasectomia: vocês decidem!

Veio recentemente a lume a notícia de que alguns jovenzinhos presenteados com o computador Magalhães andavam a utilizá-lo para navegar em sítios pornográficos. Lá em casa, as reacções a isto foram em sentido inverso: pela minha parte, congratulei os petizes pela iniciativa reveladora de profunda inteligência (só um puto inteligente é capaz de crackar os códigos de protecção para se pôr a navegar por mamas, pachachas e peidas), ao mesmo tempo que sentia uma ponta de inveja, pois se há algo que me irrita é não ter tido internet na minha infância. Sim, bem sei que naqueles tempos havia a Gina, cujo fim deixou órfãos todos os homens heterossexuais com mais de 30 anos, mas não é bem a mesma coisa: a Gina tinha um life spam de apenas uma utilização (após a qual as folhas ficavam tão peganhentas e coladas que nem um Hércules seria capaz de separá-las), ao passo que no computador podemos guardar as mamas, pachachas e peidas de que mais gostamos, e podemos lá voltar sempre que quisermos.

A minha gaja, no entanto, achou por bem ficar indignada com aquela notícia, que considerava um espelho da decadência da nossa sociedade. Para ela, miúdos de 6 e 7 anos que se põem a navegar na WWW em busca de conteúdos para maiores de 18 é a prova de que o mundo está a dar as últimas. Pessoalmente, considero que tal opinião é não só ofensiva (tivesse eu net aos 3 aninhos, e haviam de ver se eu não ia lá buscar ânuszinhos...) como também pateta. É muito mais salutar um puto ranhoso andar a ver javardice sexual na net do que queimar as pestanas a ler livros de português ou de matemática.

Para fazer entrar alguma razão na cabecinha ultraconservadora da gaja, coloquei-a perante um dilema. Esperava, na minha inocência, que ela compreendesse que a pornografia não traz quaisquer malefícios às mentes masculinas; pelo contrário, é a sua ausência do imaginário másculo que pode provocar severos danos psicológicos! Disse-lhe então: "Ouve lá, se algum dia tivermos filhos rapazes, o que tu preferes? Que ele aos 6 anos saiba encontrar os melhores sites de pinanço, ou que saiba dançar ballet? O que tu preferes? Que ele aos 20 anos seja um devoto apreciador do animal feminino ou que ande pelos teatros de Lisboa a ver o Quebra-Nozes, pior ainda, o Cats?!"

A resposta que ela me deu foi a que eu não queria ouvir: "Prefiro que ele dance ballet e que seja um rapazinho sensível, não um tarado como tu. Se algum dia apanhar os meus filhos em sites pornográficos, juro pela minha saúde que os ponho, a eles e a ti, fora de casa!"

Fiquei desarmado. Nunca imaginei que o moralismo bacoco pudesse chegar a este ponto! Também nunca pensei que alguém, na sua perfeita consciência, pudesse chamar-me "tarado"! (em minha defesa, tenho a dizer que não sou tarado. O que eu sou é um, hmmm, ahnnnn, um, esperem lá, estou à procura do termo certo... um, já sei!, um esteta! é isso que sou!) Tremo só de pensar no que a falta de pornografia possa fazer aos meus filhos rapazes. Não é essa a vida que eu quero que eles tenham, tal como não quero que eles vivam num mundo em que o Sporting não ganhe campeonatos, mas sobre este último aspecto pouco posso fazer, a não ser chamar nomes aos directores que contratam jogadores (????) como o Caicedo. Por esse motivo, isto é, por não querer dar aos meus filhos um destino que seria decerto horrível, estou a equacionar fazer uma vasectomia, e - brinde dos brindes - essa decisão caber-vos-á a vós, leitores esclarecidos. Votem, se fazem favor. Obrigado.
Deve o autor deste blogue fazer uma vasectomia?
Sim, claro. Trata-se de puro altruismo.
Nunca. Os putos devem poder nascer e crescer, mesmo que venham a tornar-se uns mariquinhas
Vasectomia? Do que se trata?
Eu tenho uma opiniao, mas nao me apetece exprimi-la
Peter of Pan, ainda tens exemplares da revista Gina? Fazes emprestimos?
Nao posso votar, estou a ver um filme porno.
pollcode.com free polls



Bom fim-de-semana e pornografiquem muito.

2 comentários:

laetitiasweeneyrose.wordpress.com disse...

Cá se fazem cá se pagam...

Peixe disse...

Se um já é difícil de aturar, quanto mais uma catrefada deles? Nem quero pensar!! eheh Desgraçada da tua moçoila... :P
Beijinhos.