quarta-feira, maio 12, 2010

Ir a Lisboa e não ver o Papa

é o título que resume todo o meu dia de ontem. É que eu, ao contrário de muitos, fui trabalhar. Tolerância de ponto é para os fracos!...

E em jeito de homenagem ao chefe de estado do Vaticano, a toda a sua comitiva e, no fundo, a todas as pessoas que acreditam em amigos imaginários, incluindo não só os crentes em Deus mas também os sportinguistas que pensam que têm um presidente, aqui fica esta singela cançoneta:



Espero que gostem. Se não gostarem, aviso já que este blog não possui livro de reclamações. Queixem-se ao Papa...

2 comentários:

... disse...

Também vim trabalhar (na Rua do Alecrim no less) e digo-te, o Papa devia vir era mais vezes. Trânsito=ZERO e estacionamento não pago - Check! Uma maravilha.

Pulha Garcia disse...

Eu não só fui trabalhar como ainda fui à fisioterapia.

(Felizmente que calhou tudo numa semana em que o Benfica se sagrou campeão nacional pela 32.ª vez, caso contrário não sei como toleraria todas estas adversidades ....)