sexta-feira, janeiro 30, 2009

Alguns assuntos avulsos, para reflectirem durante o fim-de-semana

1. Descobri isto: o que me separa da minha gaja é nada mais nada menos do que uma concepção filosófica. Enquanto eu sou monista-dualista, ela é dualista-monista, e isso ajuda a explicar por que razão andamos sempre à porrada. Passo a explicar o sentido daquele palavreado: no que toca a lavar a loiça, a minha companheira é uma dualista, quer dizer, exige que a loiça seja lavada duas vezes ao dia, nomeadamente a seguir ao almoço e a seguir ao jantar. Já eu opto pelo monismo, ou seja, considero que a loiça só precisa de ser lavada uma vez por dia (quanto muito!), designadamente após o jantar. No entanto, há algo em que sou eu o dualista e ela a monista: no que toca a largar o tijolo. Sou um adepto do festival escatológico duas vezes ao dia, ao passo que a minha gaja limita-se a ir ao WC uma vez. Portanto, neste caso, eu dualista, ela monista. E assim se chega ao facto por mim transmitido no princípio: sou um monista-dualista, e a gaja é uma dualista-monista. Esta divergência tem gerado ondas de choque lá em casa que vocês nem queiram saber...

2. Estava a acompanhar o encontro das meias-finais do Open da Austrália entre o Verdasco e o Nadal, até ter uma iluminação. Costuma-se dizer que o futebol é uma parvoíce, porque não faz o mínimo sentido meter num relvado 22 marmanjos a pontapear uma bola. Ora, mais parvo é o Ténis, e ainda por cima contra-natura. Porquê? Por isto: na natureza, é completamente vulgar termos um homem a brincar com duas bolas; pois bem, quando são dois homens a brincar com uma bola, estamos perante uma inversão de proporções alarmantes. E queixam-se os conservadorezecos de merda que a homossexualidade é que é contra-natura... o caraças é que é! O Ténis é bem pior!

3. Ofereceram-me o cd da Popota. Estou tão feliz... que coisa mais linda. E as letras? De uma riqueza que envergonharia o próprio Fernando Pessoa. Talvez daqui a uns dias eu resolva partilhar essa beleza semiótica convosco...

Bom fim-de-semana e coiso.

6 comentários:

Ilda disse...

E ás vezes nem uma vez vou... que porra!

Daniela Major disse...

QUEM GANHOU QUEM GANHOU?! PLEASE DIZ ME QUE FOI O VERDASCO?! (odeio o R. Nadal)

Peter of Pan disse...

@Gaja: podes crer! Isso quer dizer que és meio-monista...

@Daniela: sorry... foi o Nadal, em 5 sets. Jogaço!

Inês Brito disse...

O CD da Popota não sei, mas o do Popó Carreira é de uma qualidade fantástica!

Bj,
(i)

delirios disse...

não sei se fiquei espantada com o mono ou duo, se escandalizada com o desdém da popota...mas que hipopotama mai linda!!!looooooool
um bj ao luar

sonhos\pesadelos

Ninja! disse...

Lol, fartei-me de rir a ler o teu texto, que está muito bem escrito! =)