terça-feira, janeiro 27, 2009

Um homem não chora. Nunca!!! A não ser por causa de mamas!

Para mim, a evidência maior e o sinal mais claro de que vivemos efectivamente numa época pós-modernista são os programas da manhã, em particular o Você na TV! do Manuel Luís Goucha. Já anteriormente debitei alguns lúcidos pensamentos sobre a coisa, mas o que se passou hoje, segundo me contaram, excedeu tudo, mas tudo o que eu julgaria possível ser apresentado na televisão! E por esse motivo lanço daqui um sentido apelo: POR FAVOR, SE ALGUM LEITOR OU LEITORA DESTE BLOG GRAVOU O VOCÊ NA TV! DE HOJE, 27 DE JANEIRO DE 2008, FAÇA CHEGÁ-LO O MAIS RAPIDAMENTE POSSÍVEL AQUI AO ESTAMINÉ! FICAREI ETERNAMENTE AGRADECIDO!!!!

Mas, afinal, o que se deu no programa? Infelizmente não vi, mas fontes seguríssimas garantem-me que se passou isto: um senhor foi lamentar-se da sua má sorte, uma vez que a sua companheira de longa data havia feito uma dieta à custa da qual perdeu cerca de 20 quilos. Até aqui tudo bem, muitos homens seguramente adorariam que lhes acontecesse o mesmo. Porém, o senhor em questão não se mostrou feliz, isto porque à conta do rápido emagrecimento, a mulher havia ficado sem mamas!

Exacto: sem mamas! O homem não se ficou por aqui: após tão dura e difícil confissão, vieram-lhe as lágrimas aos olhos e, de homem para homem (bom, não exactamente... afinal, ele estava a falar com o Goucha), pediu e suplicou por ajuda, com o firme propósito de que fossem dadas novamente mamas à sua legítima esposa.

Muito boa gente deve ter bradado aos céus. Estou mesmo a ver os comentários que ora circulam por aí, em praças, cabeleireiros e outros lugares frequentados por fémeas. Não devem andar muito longe disto:

"Que vergonha. Um homem a chorar só porque a esposa perdeu as tetas."

"Um horror o programa hoje do Goucha. Foi lá um maluco só para pedir mamas à mulher. Ó Teresa, e essa mise?"

"Queria meio quilo de grelos, dois nabos e três beringelas. E a amiga viu de manhã aquele chorão a maldizer as maminhas da mulher?"

Eu, pessoalmente, contesto qualquer uma das posições anteriores, que apenas revelam a notória extensão da estupidez humana. Eu solidarizo-me com o pobre homem, que tanta coragem teve ao expor publicamente as suas emoções. E compadeço-me dele, enfim. Porque é verdade que um homem não chora. Homem que é homem nunca chora. Excepto em circunstâncias muito especiais. Ora, acontece que NÃO HÁ CIRCUNSTÂNCIA MAIS ESPECIAL E MAIS PROPÍCIA À SOLTURA LACRIMAL DO QUE VER A COMPANHEIRA FICAR SEM AS TETAS!!!! Um homem pode aguentar, estóico, muita coisa: ver o Sporting ficar sem ganhar campeonatos durante 18 anos! Ver o filho dar em homossexual, em toxicodependente, em homossexual toxicodependente ou, o que é pior, em militante de um partido político. Nenhum homem chora nestas condições! Mas, MAS! assistir, por causa da porcaria de uma dieta, à mulher ficar desprovida dos marmelos, bom, isso é demais e não há ninguém com um pénis e duas bolas que fique insensível ao facto! Ninguém, repito!

Por isso, aconselho todos a associarem-se à dor que corrói este pobre indivíduo. Não deve ser fácil viver em tais condições. Aliás, duvido mesmo que a isto se possa chamar, com propriedade, "vida". E façamos todos uma vaquinha para permitir que a esposa deste herói possa fazer uma operação e, deste modo, voltar a ser a vaquinha que era antes. Porque este autêntico flagelo poderia passar-se em vossa casa. Ou m(n)a minha... (que trocadilho estúpido a terminar, bem sei... perdoem-me! E ajudem o tipo, caraças!)

8 comentários:

subtilezas disse...

olha que eu entendo o pobre homem: às custas de um filho mamão ( quase dois anos de mamadas) (isto não fica lá muito bem, pois não?)o meu peito parece um balão em fim-de-festa. por isso todos os dias verto uma ou duas lágrimas. tem dias que são 3, como hoje, em solidariedade com o senhor do programa da manhã. somos um país de mamões e mamonas. entendo facilmente a tristeza das pessoas. e q tal uma vaquinha para mim também q sou fiel leitora do blog?

Ilda disse...

Pois, eu oferecia-me para doar parte das minhas! Mas depois desta leitura é melhor não, ainda ponho o meu gajo a chorar!

não há pachorra disse...

Ah!Ah!Ah!Eu assisti ao programa e fiquei estúpida quando o goucha anunciou que ela ia ter umas maminhas novas. isto depois de discutirem o tamanho se seria melhor um 38 ou antes um 36.O marido só dizia que desde que coubesse na mão!!!???E depois chorou no ombro da dita!!!!Ao que a tvi chegou!Ah e a cena que se seguiu entre um casal e um filho que vive na suiça foi do outro mundo. Tudo ao berros, tudo a insultar-se e só não percebi é se o filho era invisual ou não....porque estava de óculos bem escuros!Só visto!Que deprimente!

Anónimo disse...

hummm... estou a ver que o Goucha faz um programa do caraças. Sim sinhor...!
(E de repente lá me lembro outra vez que já tenho as mamocas em formato de cabide)
Esse tipo devia ter incentivado a mulher a manter a linha, mas a linha redonda.
Oh Peter Pan, você é tão tolo. :-)
Parabéns pelo blog. De coisas sérias estamos nós fartos. Sempre que cá venho, apanho um fartote de riso.
maria papoila

Toze disse...

Um homem sem um par de mamas para se consolar, é como , é como, bem, agora não me vem a comparação à cabeça !

Rafeiro Perfumado disse...

Jove, tive de fazer um esforço enorme para não desatar a chorar, tal o drama do jove. Suplico-te, dá-me o NIB do tipo, para eu fazer uma transferência. Ou então dá-me o e-mail dele, para lhe mandar umas fotografias da Lola Ferrari!

NUNIX disse...

Peter... Gostava de poder ver o video do programa para escachar a moca a rir!! Antes que venham com o programa a apresentar as novas mamocas da menina e ainda sai uma Pamela Anderson ou algo do género! Ao menos a choradeira tem uma boa razão de ser, pois a referida senhora deve ser de momento mais saudável! :D
As maminhas são realmente importantes, devem ser estimadas e acima de tudo devem ser acarinhadas para que não fujam do local vitímas de maus tratos! lol
Adorava ver imagens do programa... hahaha

Peter of Pan disse...

@Subtilezas: não te estiques, a vaquinha é só para o pobre coitado.

@Gaja: podes doar, mas só a mim.

@Não há pachorra: é o que eu digo! O Você na TV! é um programa pós-moderno.

@Maria Papoila: mas este é um blogue sério. Seríssimo, aliás!

@Tozé: um homem sem um par de mamas para se consolar é como... sei lá, não há comparação possível!!! Não há tragédia maior do que esta!

@Rafa: também ando à procura do contacto do senhor. E das mamas da senhora, pois eu queria ver o antes/depois.

@Nunix: também eu, também eu... parece que ainda não chegou ao youtube.