quinta-feira, julho 22, 2010

As benzocas de Esquerda

Embora seja de extrema-esquerda, uma ideologia política que defende, radicalmente, que não devem existir preconceitos, nem discriminações, nem intolerância na sociedade, entre outras palhaçadas, sou o primeiro a admitir que não tenho pachorra nenhuma para as meninas "bem" que se dizem de Esquerda. Vá lá, quem é que consegue aguentar dez segundos que sejam de uma tiazorra de Cascais a discursar sobre igualdade de direitos e liberdades fundamentais? Aquilo soa falso e artificial, e é tão deslocado quanto um preto-paneleiro-drogado-desempregado-com-intenção-de-adoptar-uma-criança-romena alegar que está inteiramente de acordo com as políticas do CDS/PP.

Sou, portanto, da opinião que as benzocas de Esquerda têm de escolher: ou são benzocas, ou são de Esquerda. As duas coisas em simultâneo é que não podem ser. Por razões de coerência. Ou largam a vontade de construir um mundo melhor e lutar pelos amanhãs que cantam, ou largam as malinhas Chanel feitas à mão por proletários explorados pelo grande capital.

Já me cruzei com muitas benzocas que se diziam de Esquerda. Gente que vestia roupa cara, guiava brutos carros, começava qualquer frase com um "Ouça lá" e passava férias em hotéis de 6 estrelas no Dubai. Mas que não se coibiam de soltar os lugares-comuns da Esquerda, como "os ricos que paguem a crise!", "abaixo o grande capital!", "saúde e educação para todos", e afins. E depois, como é óbvio, deixavam-me sozinho enquanto se dirigiam ao Campo Pequeno para assistir a mais um desses espectáculos tão caros à Esquerda, a tourada!...Enfim, quando apanho gente desta só me dá vontade de fazer isto:


Porque sim, tais atitudes desanimam um gajo verdadeiramente esquerdista. Será que essa gente não tem em casa um escravo para chicotear? Uma empregada cabo-verdiana para encher de trabalho e pagar mal? Uma colecção de sapatos para organizar? Que vão à vida delas e deixem a Esquerda em paz, pá!...

2 comentários:

H.Vogado disse...

É o Miguel Portas na Enterprise?

Peter of Pan disse...

Não seria má ideia mandá-lo para o espaço...