quinta-feira, maio 07, 2009

Desabafo (1)

Fui à casa de banho fazer algo que mais ninguém podia fazer por mim. O problema é que, após ter feito aquilo que tinha de ser feito e que mais ninguém podia fazer por mim (não sei se já tinha dito...), não me apeteceu sair do cubículo. Fiquei por lá uns bons e largos minutos, a curtir o momento... Posso até dizer que tive quase uma epifania, a qual me mostrava ser a casa de banho o único local do mundo em que a felicidade plena poderia ser alcançada. Só despertei quando ouvi gente, do lado de fora, a bater à porta e a gritar "Quem está aí?! Desocupa essa merda, porra! Preciso de ir cagar..."

Acho que preciso de consultar um psicólogo. Com urgência!...

Qualquer dia, ainda me ponho a ler no W.C. Daí a tornar-me um verdadeiro português, vai um passo pequeno, demasiado pequeno...

Algum leitor deste blogue já teve um comportamento parecido? (chamo-lhe "a atracção do W.C.") Se sim, partilhe a sua experiência na caixa de comentários deste blogue...

5 comentários:

subtilezas disse...

já senti isso peter. deve ser a cena de estarmos sós, ser realmente privado e neste mundo de ruídos sabe bem o silêncio e a intimidade. mais: cagar é um acto de prazer e liberdade. o único inconveniente é mesmo o cheiro, mas sendo nosso até se sentem as rosas...

eu acho q é isso. eu tenho uma enciclopédia na casa de banho, isso faz de mim uma tuga típica?

Peter of Pan disse...

Concordo com as tuas sábias palavras. Mas não concordo com isso de ter uma enciclopédia na casa de banho. Só se for uma enciclopédia de merda!

Ilda disse...

Ah ele é isso, estão então explicadas as largas horas que passas na "casinha"!! Olha, eu nem que me cage toda, consigo ter uma uma vida regular de idas ao W.C.!
É a velha questão: Até a merda está mal distribuida!

Piston disse...

Presente!

Peter of Pan disse...

@Gaja: podes crer, pá!

@Piston: continua a aparecer.