quarta-feira, março 05, 2008

Protesto! (Apologia de Saramago)

Se há algo que ultimamente me vem irritando de uma maneira solene, é a esquizofrenia dos portugueses em relação a José Saramago. Como sabem, o prémio Nobel nunca foi propriamente uma figura unanimemente respeitada, bem pelo contrário; porém, nos últimos anos, tem-se assistido a uma constante atitude de desprezo, injúria e desrespeito para com o homem. Acrescento até que alguns dos insultos a ele dirigidos são dignos de ser proferidos contra Luís Filipe Vieira ou Pinto da Costa, o que é algo deveras ofensivo em se tratando de um homem das letras. Por esse motivo, aqui ficam o meu protesto contra essa gentalha e a minha apologia do autor de O Evangelho Segundo Jesus Cristo.
Não batam mais no homem! Cessem os vossos vitupérios de crianças em idade pré-escolar. Não atentem contra o bom nome da literatura portuguesa, o que quer que isso seja. Saramago pode estar velho e acabado, pode ser um comunista jarreta (pleonasmo?), pode escrever frases intermináveis, pode perturbar com os seus temas politicamente incorrectos e fracturantes, como se fosse uma Ana Drago com geriatria, pode chatear constantemente a malta de direita (esperem, isto é uma qualidade!…), pode até preferir Espanha a Portugal (chamem-lhe parvo!…), pode estar vendido aos interesses dos livreiros, pode ser um nabo do caraças e pode até mesmo escrever artigos bacocos, pode ser tudo isso, mas uma coisa ele ainda não é: um canalha asséptico que repete sempre e sempre os mesmos livros, mas com mais páginas e uma escrita ainda mais baralhada. Se alguém pensou em António Lobo Antunes (que também muito admiro), juro que não fui eu!
Parem, pois, de maldizer o Saramago. Parem de bater em mortos. E lembrem-se sempre deste aforismo:

“Saramago pode ter muitos defeitos, mas possui um prémio Nobel. Os restantes escritores portugueses têm apenas defeitos”

Tanis

3 comentários:

Ilda disse...

Este recado não é para mim! Não tenho nada contra o senhor!
Eu até aprecio o tipo de escrita não que tenha lido muita coisa dele, mas o que li gostei!

CP disse...

eu até goso de Saramago já que devido à falta de pontuação é um daqueles livros que se TEM de ler de uma assentada.

No final confesso que me falta fôlego mas fora isso é na boa!

:P

Mo disse...

e o resto são cantigas