quarta-feira, março 12, 2008

Há certas coisas que... enfim!

Trabalhar em contacto directo com o público nem sempre é fácil. Por vezes, sou interpelado por pessoas que mereciam e deviam estar em reclusão permanente no hospital Júlio de Matos, e não à solta no meio de gente dita "normal", o que quer que isso seja. Algumas interpelações até são divertidas ("Você prefere cultura ou culturismo?", perguntou-me uma maluquinha aqui há uns bons dois anos...), outras são assustadoras ("Eles perseguem-nos! Tome cuidado, olhe que podem vir atrás de si!", disse-me uma maluquinha diferente da primeira...), outras ainda são "apenas" estranhas... muito estranhas. E estúpidas! Foi o que ocorreu ontem, quando um desmiolado jovem decidiu, por sua arte, questionar:

"Peço desculpa, não sabe onde é que andam certos professores de certas aulas?"

Não sei qual a resposta que o doidivanas pretendia. Por que razão não foi ele mais preciso? Habitualmente, quando se quer uma informação concreta, a pergunta tem de ser também ela concreta, tipo "O prof. Gustavo Paio, de Historiografia Somali, por onde se encontra?" ou "Onde está a profa. Gudemila Gomes, que dá Estética Pornográfica Comparada?". A estas solicitações, feitas de modo correcto, uma pessoa pode responder como deve ser, seja positivamente ("Olhe, está no bar/no gabinete/na casa de banho") seja negativamente ("Não sei" ou "Não conheço esse professor"). Contudo, que raio de resposta se pode dar quando nos questionam por "certos professores de certas aulas"? Que se encontram em certos lugares a fazer certas coisas no meio de certas pessoas?!? É complicado, não é? Ele há com cada maluco...

Tanis

10 comentários:

CP disse...

Depois de ter tido um prof a chegar à brilhante conclusão de que se estava ali no corredor a falar comigo não estava a dar aula nesse preciso momento, eu acredito em TUDO.

CP disse...

e por "acreditar" quero dizer que acho que a estupidez não tem limite.
:P

Peter of Pan disse...

Gente doida...

Ilda disse...

Realmente, as coisas que nos acontecem... essa teve graça, confessa, até nos rimos! :)
Depois daquele outro fulano da estação este até foi menos assustador, ou foi mais?! Humm, agora fiquei na dúvida!

Gato Preto disse...

Porque é que os malucos vão todos à biblioteca?

Peter of Pan disse...

Para fazer companhia aos que já lá estão...

Ilda disse...

Hummm!Eu já desconfiava...

Gato Preto disse...

:D

spiegelman disse...

Sim, essa de facto bate aquela do "Olhe, onde fica a sala de mestrado...?" Começa-se a revelar um padrão aqui... Aquela faculdade deixa nas pessoas uma áura de vagueza que se entranha... Já agora, então... Quando é que vamos lá?

Peter of Pan disse...

Boa, essa da sala de mestrado também foi muito estranha... já nem me lembrava...