quinta-feira, setembro 10, 2009

E o cartão vermelho vai para...


O Papagaio desafiou este blogue a mostrar o cartão vermelho àquilo que lhe apetecesse. Por sorte, não sou árbitro nem tenho poder de expulsão, pois se o tivesse nem todos os cartões vermelhos do mundo chegariam para mandar tomar banho mais cedo todos aqueles que, na minha óptica, mereceriam. Mas às vezes é bom fingir que somos o Pierluigi Collina ou o Martins dos Santos (ahhh, estas ilustres referências culturais pós-modernas...) e pimba, sacar da cartolina com o aprumo de quem tem autoridade para mandar à merda quem ou o que lhe apetece.

Não podendo eu, por notórias razões de espaço e tempo (e também - lá está! - porque o número de cartões existentes no mundo não é suficiente), mandar o vermelhão a tudo o que me irrita, optei por "brindar" apenas 10 coisas que considero dignas de expulsão. Não deixa de ser um exercício interessante...

1 - Mostro o cartão vermelho às pequenas burocracias que lixam a vida de um gajo neste país, e que nem com o simplex se mostram mais dóceis. Ter de esperar várias semanas por um papel que tem de ser assinado pela senhora do 1º andar, depois aprovado pelo chefe de repartição do 4º andar, depois carimbado pelo subchefe do 3º andar à esquerda e finalmente rubricado pela funcionária do rés-do-chão é uma treta que, além da expulsão, merecia um castigo para todo o sempre.

2 - Mostro o cabrão do cartão vermelho aos canais televisivos que exibem touradas, aos palhaços que as organizam, aos acéfalos que se dizem aficionados e a todos os otários que as admitem. Estes é que são os verdadeiros bois, e faziam melhor se passassem a mandar cornadas uns nos outros.

3 - Mostro o filho da puta do cartão vermelho ao Futebol Clube do Porto e ao Sport Lisboa e Benfica. Um, porque acha divertido ganhar roubando, em vez de ganhar limpinho; o outro, porque acha motivo de orgulho invocar que 6 milhões de portugueses são benfiquistas, quando esse facto é, isso sim, motivo de vergonha, quer para portugueses, quer para benfiquistas!

4 - Mostro a besta do cartão vermelho a todos os partidos políticos com e sem assento parlamentar e aos seus energúmenos líderes, por discutirem coisas sem nexo em lugar de debaterem política a sério.

5 - Mostro, com todo o vigor, o cartão vermelho à cavalgadura do Vincent Cassell, por estar casado com a Monica Bellucci.

6 - Mostro o cartão vermelho e ainda apito com força no ouvido, a todos os americanos e pró-americanos deste mundo, por acharem que o mundo começa e acaba entre o México e o Canadá, e que tudo o resto deve comer (preferencialmente, McDonalds) e calar.

7 - Mostro o cartão vermelho e ainda espeto um biqueiro no cu aos directores das televisões deste país por passarem telenovelas até às tantas da madrugada, cada uma com um enredo mais mal amanhado que a outra, mas têm vergonha de exibir filmes pornográficos por não os considerarem suficientemente honrados. Pois, como se houvesse muita honra e dignidade nas novelinhas da Globo, da Record, da Teresa Guilherme ou da Nicolau Breyner Produções, e que giram quase todas à volta de relações psicóticas ou de gémeas que não sabem que são gémeas, ou de tipas que pensam ser filhas de árvores...

8 - Mostro, e remostro, o cartão vermelho aos ceguetas dos árbitros que não assinalam penálties a favor do Sporting nem mesmo quando o Liédson ou o João Moutinho têm as pernas arrancadas. Mesmo que seja junto da linha do meio-campo, qualquer falta sobre estes jogadores tem de ser punida com um pontapé da marca de grande penalidade, pois só assim se faz justiça futebolística.

9 - Mostro o panasca do cartão vermelho aos homofóbicos que alegam ser a homossexualidade um crime (no Iraque, e noutros países tãããão respeitadores, pode-se matar um gajo só porque leva no rabo...) ou um atentado à sociedade, à família, aos bons costumes e essas merdas que ninguém sabe o que são e muito menos como pode um rabeta prejudicá-las. Os homossexuais só atacam o stock de vaselina nas farmácias, e estão mais preocupados em fazer coisas horríveis na cama, na mesa, na despensa, na banheira e no Frágil do que em fazer mal às pessoas heterossexuais casadas e com filhos.

10 - Mostro o sacana do cartão vermelho à FNAC por andar a brincar com os preços dos dvds. O Saló do Pasolini custa 25 euros, a caixa com os episódios d'O Tal Canal são 35 euros, e tudo o que é minimamente interessante anda por preços escandalosos! E depois querem impedir uma pessoa com arraigados princípios éticos de sacar essas tretas pela internet! Enfiem mas é os dvds e os euros pelo cuzinho acima!

E pronto, já está. Agora, diz-me a boa educação que devo passar este desafio a outros cinco lunáticos, quer dizer, indivíduos. Está bem, eu faço-o, porque sou mesmo bem educado como o caralho. Tomem lá e mandem o cartão vermelho a quem quiserem:

A Minha Vida Dava Um Blog
Circus
Coisas Eventualmente do Catano
Praeclara Sunt Rara
Peixe Frito

8 comentários:

Alexandra disse...

Aposto que só mo passaste porque ficaste com inveja do meu sistema soporífero excelente contra trovoadas não é?Admite vá!

(Eu concordo com todos os teus pontos,se bem que no ponto 7 não era biqueiro no cu,eles levam muito de outras coisas,têm o buraco treinado não sentem dor,melhor ser nos olhos; de resto,aplaudo sim senhor e ainda assobio quem sai de campo)

Inês Brito disse...

Quando voltar à terrinha irei faze-lo.. Isto de ter net no mato não dá com nada.

Bj,
(i)

S* disse...

Abaixo as touradas. Irrita-me que as passem na televisão. Merda nojenta.

E homofóbicos? Nao posso com eles. Todos temos direitos.

Ilda disse...

Com esta é que me lixaste... és já o primeiro a levar cartão vermelho por me teres passado este desafio!!!

Diaboderoupacurta disse...

Eu amei o ponto 6 LOL Não podia estar mais de acordo (:

Rita disse...

Adorei e apoio os teus cartões vermelhos nos pontos 1, 2, 4, 7 e 9. Os pontos 3 e 8, por razões óbvias, não me parecem bem. O 5 e o 6 não me interessam nada (não quero saber de a coisa está casada com o coiso ou não e muito menos me importa o que pensam os americanos e pró-americanos. Quanto ao ponto 10, é assim a vida, a arte não é, de todo e por muito que nos custe, um bem de primera necessidade...
PS - achei que eras capaz de achar premonitório o facto de a verificação de palavras para este comment ter sido "ashes"
Jokas

Peixe disse...

Eh lá...! Grandes cartonadas rojas que chutas-te para aqui!! ahahah Concordo com a grande maioria delas :P Vá... apesar de me confundires com um dos elementos daquela banda tuga ("Os Lunáticos"), desafio aceite! Agora até vai cheirar a óleo queimado!!! :D
Beijocas.
P.S.: Amanhã, espero que a estante já esteja montada, que vais ter mais um para fixar ;)

C.Cruz disse...

Obrigado pelo desafio, irei responder assim que tiver tempo.
Concordo com os teus cartões vermelhos, alguns dos quais partilho contigo. Terei de me concentrar nos meus para não falhar nenhum.
;)