terça-feira, dezembro 13, 2005

Peter of Pan Lectures

Parece já ser oficial que o próximo Petrus Hispanus Lecturer vai ser um tal de David Kaplan. Claro que o nosso departamento não se fica atrás e, como tal, temos o prazer de anunciar que o Peter of Pan Lecturer 2006 vai ser nem mais nem menos que esse gajo admirado à brava pela malta, mas mesmo bué, bué, bué (i.e., buéréré) admirado, o João Pinto. Autor de uma frase que as mentes mais simplórias nunca conseguiram perceber e sobre a qual as mentes mais sofisticadas tem vindo a reflectir, "Prognósticos só no fim do jogo," este grande pensador vai apresentar uma reflexão em torno do determinismo e da aparência do livre arbitrío. O objectivo será o de esclarecer essa frase (apenas aparentemente) contraditória, de tal forma que todos possamos reconhecer que não faz sentido falar de antes e depois, dado que tudo está necessáriamente determinado a acontecer.

Cão

2 comentários:

Lufiro disse...

:) esta é fixe! Bem, duas coisas: 1) o Kaplan é o tipo dos indexicais, um barra, ao que parece. O pintinho é o tipo das calinadas, disso não há dúvida. Mas 2) acho que a tese do necessariamente determinado é o fatalismo e não o determinismo. Estarei enganado?

Cumps!

Cão disse...

Olha, sinceramente não sei. Talvez sejam dois nomes para uma mesma coisa, i.e., dizer que está tudo necessariamente determinado é dizer que as coisas são como são e não poderiam ter sido de outro modo (o mesmo se aplicando ao que foi e ao que será: tudo foi como foi e não poderia ter sido de outro modo e tudo será como será, não podendo ser de outro modo). Imagino que isto seja o que diz o fatalismo, mas posso muito bem estar enganado. Além destas coisas assim mais gerais, não é um assunto acerca do qual tenha pensado muito. Mas obrigado pela dica.