segunda-feira, dezembro 05, 2005

Razão e paixão: reler Hume!

David Hume terá afirmado algures:(1) "A razão é escrava das paixões." Sou obrigado a concordar e lanço desde aqui a minha admiração por alguém que teve os tomates para escrever tão pungente frase. É certo que o caro David não poderá ouvir-me — em parte, porque está morto — mas isso não importa! O tipo poderia ser gordalhufo, inglês, desajeitado, inglês, mau a escolher perucas e inglês (é mesmo um grande defeito, que querem?!), mas não era pudico nem estava com merdices. Um filósofo — e relembro que os filósofos são muitas vezes vistos como o suprasumo da racionalidade(2) — capaz de reconhecer o domínio das paixões sobre a razão só pode ser merecedor de todo o respeito.

_________________
(1) Querem saber a obra exacta onde Hume escreveu isto? Vão à procura! Estão a pensar que sou o quê?
(2) Ahahahahahaahahahaahahahaahahahahaahahh!!!!! Esta foi óptima, não? Tamanha ilusão só pode mesmo ser alvo de piada...

Eterno Entorno

2 comentários:

CP disse...

grande romance lésbico!! "Razão escrava de Paixão" :P
Comprarei este Natal!

Anónimo disse...

E a paixão também não é escrava da razão? Parece-me bem que sim.