quarta-feira, abril 01, 2009

Diálogo alegórico político-surreal

- Epá, este gabinete tem um cheiro muito estranho - diz o Fernando Rosas ao entrar no meu posto de trabalho.
- Pois, fui eu que me caguei - respondo.
- Ah, você é um típico gajo de esquerda: caga-se independentemente do lugar - continua o bloquista.
- E de quem lá esteja, incluindo eu próprio!
- Essa é a grande diferença entre a esquerda e a direita - argumenta o Rosas, com ar profundo, como quem faz uma importante declaração - A esquerda deixa sair a merda, a direita guarda toda a merda dentro de si - conclui.
- Meu, essa foi forte - comento - Lembrar-me-ei disso da próxima vez que me peidar na frente de amigos.
- Posso também peidar-me no seu gabinete? - propõe o historiador.
- Ó pá, estamos numa sociedade livre, não estamos? - atiro eu, armado em libertário.
- Bem, mais ou menos. O que faz falta é um Trotsky em cada esquina. Dois Lenines por cada meio quarteirão. Três Marxs por região demarcada. Quatro...
- Bem - interrompo - você vai peidar-se ou não? Se não vai, peido-me eu no seu lugar.
- Bah! Imperialista! Fascista! Autoritário.
- Fróóóóóón (som de peido) - Já está.
- Foda-se - termina o bloquista.

Reflictam neste texto. Por detrás da aerofagia, há toda uma mensagem política.

5 comentários:

Rafeiro Perfumado disse...

Fiquei curioso sobre qual a personagem que teria direito a quatro...

Abraço!

Ilda disse...

Bom dia 26 podes vir aqui para o "espaço" peidar-te á vontade, estarão cá "resmas" de bloquistas para uma reuniãozinha e eu para os receber! Triste sina a minha, o que vale é que pagam as horas!

Inês Brito disse...

O Trotsky andou a comer uma gaja só uma uma sobrancelha e de bigode.

Eh pah..que gabinete de merda!

Bj,
(i)

de Marte disse...

Lei de Godwin:
"Se uma discussão (...) se prolonga por algum tempo, a chance de aparecerem comparações envolvendo Hitler ou nazis aproxima-se de 100%!"

:)

Lá está!!!!


(eheheh, a verificação de palavras: folkedoo)
yaba-daba-duuuu

Daniela Major disse...

O comentário de De. Marte é fantastico.
E já agora, o Fernando Rosas nem é dos piores...