sexta-feira, março 19, 2010

O último grito do moribundo


É oficial: a época do Sporting acabou ontem. Nem um títulozinho para guardar memória. Foi tudo um desastre. Uma merda. Nem ao Patético de Madrid, treinado pelo Patético Pica Flores, conseguiram ganhar. Desilusão completa.

Eu ainda pensei que o Sporting fosse esmagar os madrilenos. Eu ainda pensei que o Sporting tinha possibilidades de ganhar a Liga Europa. Eu ainda pensei que os jogadores verde-e-brancos iriam espalhar o perfume do seu futebol pelo relvado do Hamburgo (cujo estádio foi escolhido para receber a final daquela competição da UEFA), de preferência contra o Sport Lisboa e Lampiões. Mas não, o leão não rugiu, apenas fez dois miaus insuficientes. Deixou-se levar pelo clube do gajo que saiu de Portugal montado na Orsi, uma das poucas coisas boas que a Hungria nos tinha legado (lembram-se de mais alguma?!? Eu não!!!).

É triste ver o melhor clube português dos anos 40 do século XX nesta situação. É triste ver pelas ruas da amargura o clube dos cinco violinos, do Damas, do Manuel Fernandes. O clube que deu ao mundo Cristianos Ronaldos e Figos (não coloco o Futre na lista porque ele também foi jogador do Patético de Madrid, e isso agora dói). Mas hélas, a vida é assim e o futebol também. Há alturas em que somos comidos por todos. O Sporting este ano deixou-se comer pelo Benfica, pelo Porto, pelo Braga, pelo Patético. Paciência. Resta erguer a cabeça e esperar por melhores dias. Os portugueses também têm sido comidos por socialistas, liberais, patrões, sindicatos, bancos, operadoras móveis, e não desistem. Continuam aí. E nós, sportinguistas, somos muito portugueses, tanto que até mandamos pedras aos espanhóis. Podemos perder com eles à bola, mas ao menos ganhamos à pedrada. Estou certo que hoje há uma Manuela Ferreira Leite orgulhosa de nós...

E para o ano há mais. Vamos à luta de novo. Porque o mais importante, tanto no jogo da bola como no jogo da vida, nem é ganhar: é tentar ganhar! E, claro, ter fruta suficiente para dar à equipa de arbitragem. Aconteça o que acontecer, isto não mudará: "És a nossa fé, Força Sporting Allez!"

Bom fim-de-semana e saudações leoninas para todos. E, já agora, um pedido aos lamps: se apanharem com o Patético de Madrid pela frente, cilindrem esses peropomperos de um raio!

1 comentário:

H.Vogado disse...

Vá lá. Ainda têm hipóteses no Futsal.
Não esperava era que o FCP levasse 3 no torneio da cerveja.
Se despacharmos o Liverpool, o Atlético de Madrid vem a seguir.

"É Carvalhal, ninguém leva a mal"