segunda-feira, março 09, 2009

Nunca discutam com mulheres por causa de arrumações e decorações e... bem, nunca discutam com mulheres!

Volta e meia, esqueço-me eu próprio de respeitar o conselho que ora vos dou. Volta e meia, esqueço-me que nunca, mas NUNCA, se deve dizer a uma mulher, seja ela mãe, esposa, irmã, amiga, prima, vizinha, filha, avó ou líder do PSD, estas simples palavras: "não achas que isto ficava melhor aqui?" É que as gajas tomam qualquer sugestão, por menor que seja, como um ataque pessoal. É como se ficassem feridas no mais íntimo dos seus seres; provavelmente, porque assumem (de forma errada) que aquele apontamento "não achas que isto ficava melhor aqui?" significa "não tens jeito nenhum para a lida da casa, ó Maria! Aposto que a Soraia Chaves punha este lar como deve ser!" Enfim, trata-se da típica atitude feminina que tende a exagerar as coisas, fazendo de tudo uma tempestade num copo de água, daí os homens terem de ficar calados e bem caladinhos no que toca aos assuntos domésticos. Se não ficam, acontece-lhes algo parecido ao que aconteceu comigo, que cometi a ousadia de sugerir à minha gaja que arrumasse o bule do chá noutro lado...

Eu [simpaticamente]: Gaja, não achas que...
Gaja: Que o quê?
Eu: Ahm... [procuro escolher as palavras certas] Não achas que devíamos arrumar o bule noutro sítio? É que enfiá-lo dentro deste armário, junto de tachos e panelas, não me parece lá muito bem...
Gaja [perdendo logo as estribeiras]: Ah sim?! Não te parece bem?! [a voz sobe de tom] Então diz-me lá, ó espertalhão, onde é que o bule deve ficar, hã?
Eu [olhando em torno da cozinha]: Bem, por exemplo, ora deixa cá ver... olha, e que tal nesta prateleira, junto daqueles pires?
Gaja: Estás doido? Ali à vista? Os pires são beiges, o bule é azul e branco!!! Não bate a bota com a perdigota!!
Eu: Não ficava mal, e...
Gaja [interrompendo-me rispidamente]: Nãããão, claro que não... e os teus posters de bandas de heavy metal no quarto também ficavam bem, não era?!
Eu: O que interessa é a funcionalidade...
Gaja: Qual funcionalidade, qual quê! Não tens mesmo jeito nenhum para a decoração!
Eu: Então e se o bule ficasse em cima da mesa, junto da fruteira?
Gaja [já a explodir de raiva]: E se ficasse em cima da tua cabeça? Ou melhor: e se eu fosse buscar um cordel e te pendurasse a merda do bule pela picha?!?!
Eu:...

Fugi dali, naturalmente, e lá deixei o bule no sítio dele, escondido no armário e a fazer companhia a tachos, panelas e travessas. A minha gaja lá sabe... por isso, reitero o conselho do título: nunca discutam com uma mulher por causa de arrumações e decorações.

6 comentários:

subtilezas disse...

é um bom conselho:)

isso também não será um spmezinho à mistura? ahahahaha

admito, eu sou igual ou pior, mas assumi e cena na totalidade e vivo sozinha. sou eu quem decoro. assim não torturo ninguém;)ahahahaha

Ilda disse...

És mesmo exagerado!!! Mas é verdade: decoração não é contigo! E o bule ESTÁ bem ONDE está! OK?
:P

Maestro disse...

ehehehehhehehehehe

Tens que ser mais macho!!

Estou a ver que é um mal dos sportinguistas serem submissos...

Daniela Major disse...

Mais machos?! Tens noção do que te vai acontecer se resolveres, se te der algum dia na telha, ser "mais macho"?!

Peter of Pan disse...

@Subtilezas: és pior?!?!?! Fónix, não consigo sequer imaginar... :)

@Gaja: tudo bem, já desisti de discutir! :)

@Maestro: a submissão leonina é apenas aparente. É tudo um truque para enganar os adversários.

@Daniela: sou macho q.b., o que nos dias que correm já é muito.

Rafeiro Perfumado disse...

Parvo. Elas ciclicamente mudam tudo (e obrigam-nos a ajudar), para quê antecipar o obrigatório? Da próxima fala primeiro comigo, ok? Tsss, tssss, tssss.