quarta-feira, março 25, 2009

Reportagem Peter of Pan: Meia-maratona de Lisboa (1)

Decorreu, domingo último, 22 de Março, mais uma edição da Meia-maratona de Lisboa, a 19ª. Já há muito tempo que não participava em tal evento, mas este ano lá me resolvi a dar uns passinhos em cima da ponte ex-António de Oliveira Salazar. Eu e mais 34999 pessoas...

Muito boa gente preparou-se com afinco para a prova: desde Fevereiro que vinha apanhando com malta a correr nas ruas, jardins, estradas, passeios ou ginásios só para ficarem em forma e fazerem boa figura em cima da ponte. Já eu não estive com essas merdas e o meu "treino" limitou-se a uma exigente sessão de halterocopismo no dia anterior ao da Meia-maratona, em que acompanhei o famigerado Sporting-Benfica da final da Taça da Liga com uma garrafa de vinho branco, outra de tinto, uma cervejola (preta), licor de hortelã, licor de café, licor Beirão, licor de não-sei-o-quê (não sabia grande coisa...) e, para rematar, um copito de Porto. Se fosse obrigado, para participar na corrida, a soprar no balão, estava bem lixado!!!!

Mas a verdade é que não me sucedeu nada, mesmo tendo eu entrado na ponte de maneira ilícita (não, não foi só a bebedeira... adiante saberão que outra ilegalidade cometi!). Assim que cheguei ao local de partida, vi que estava um nevoeiro do caraças, como documenta a foto abaixo:



Cheguei a suspeitar que, com o nevoeiro e no meio de tanta gente, me aparecesse à frente El-Rei D. Sebastião, mas por azar só vi vários desconhecidos chegarem-se junto de mim para me olharem o peito (pela primeira vez, percebi o que é ser rapariga!). Motivo: queriam ler a frase que se destacava da minha exuberante t-shirt vermelha: "Por Que No Te Callas?!" É que eu sonhava encontrar o Hugo Chavez no meio de tanta maralha (afinal, o gajo passa cá a vida!!!) e mostrar-lhe a indumentária, só para ver a reacção; na falta dele, já ficava contente se encontrasse o seu amiguinho Sócrates, que, esse sim, participou na corrida, para lhe enfiar a t-shirt goela abaixo. Infelizmente, não dei nem com o Chavez, nem com o Sócrates, mas pedi a muita malta que andava a gritar "SLB! SLB!" que olhassem para o que eu vestia e fizessem o que lá era dito!

Quem encontrei lá, doidinho para se fazer à estrada, foi este gajo:



Ainda o ouvi dizer, bem alto, "Tirem-me daqui, caralho! Estou aqui há tanto tempo e tenho vertigens! E além disso nunca atravessei a puta dessa ponte a pé! Deixe-me ir este ano!", mas ninguém lhe ligou nenhuma, coitado, como aliás acontece há cerca de 2000 anos, a começar pelos padrecos da Igreja Católica Apostólica Romana, que segundo consta também não participaram na Meia-maratona, devem ter ficado em casa a dizer mal dos homossexuais, parece que é o desporto predilecto dessa gente.

(continua amanhã)

5 comentários:

Inês Brito disse...

Um Sporting-Benfica acompanhado de um Porto? Eh lá! Realmente, podiam ter ajudado o jeitoso a descer..tadinho...

Bj,
(i)

Ilda disse...

Humm, mas eu vi lá um bispo! Não viste?

Daniel Silva disse...

Olha um brasileiro a comentar: "Jesus, Credo, Nossa"!


P.S. Escusavas de pôr as fotos em tamanho tao grande. ;) Para que servem as lupas? ;)

Peter of Pan disse...

@Inês Brito: É, não é?! Ele lá em cima sozinho, e ninguém lhe dá uma mãozinha. É triste...

@Gaja: vi sim, mas era dos falsos.

@Daniel Silva: as fotos estão com o tamanho adequado...

Daniel Silva disse...

Ok, ok ok nao batas mais. Agora, comparativamente, se fores ao meu blogue, ate vou parecer uma devdeta. Chiça.

By the way, és lá mencionado ;)