sexta-feira, outubro 16, 2009

Olha que merda, então agora é que me avisam?!?!

Hola, yo soy la anarquista!

Então não é que o Augusto Santos Silva, para variar, resolveu voltar a malhar na ainda líder do PSD e desta feita acusou-a de ser parecida com uma anarquista espanhola!?!?! Ao que tudo indica, Manuela Ferreira Leite mostrou-se tão radical e intransigente nas conversas tidas com Sócrates durante esta semana, que Santos Silva chegou mesmo a questionar-se se não estava diante de alguém do Bloco de Esquerda ou do PCTP/MRPP.

Eu fiquei surpreendido, confesso. Todos estes anos a julgar que a MFL era uma conservadora reaccionária, uma Margaret Thatcher lusa, uma acólita do conde Vlad Tepes Dracul que resolvera converter-se à política, mas afinal não: afinal tudo não passou de uma máscara! A Manuela, na verdade, é cá das minhas!

Só lamento saber disto tão tarde. Se o Santos Silva se tivesse chibado mais cedo, ou se a própria MFL, a fazer crer no seu slogan "Política de verdade", tivesse confessado o seu anarquismo desde o início (vou fazer cair o "espanhola": é tão feio colocar uma palavra tão perniciosa, como "espanhola", junto de uma tão bela quanto "anarquista"), juro que nas últimas legislativas, em lugar de votar em branco por não existir um partido que corresponda à minha ideologia extremista-anarquista, teria posto a cruzinha no PSD! Com o meu apoio, o PSD teria, em vez dos 29,11%, consignados em 1654777 votos, 29, 11% correspondentes a 1654778 votos, o que seria sem dúvida positivo para o partido em geral, e para a sua líder em particular, e aqui sim, haveria razões para o PSD cantar vitória. Infelizmente para todos, mas especialmente para a Manelinha, não foi isto que sucedeu...

Contudo, quero aqui dizer que a partir de hoje sou um manueloferreiroleiteiro. Estarei do lado dela, sempre que ela precisar! Seja a dizer mal do governo, seja a manifestar-me contra o Estado, seja a enforcar o último capitalista com as tripas do último padre (ou vice-versa), acompanhá-la-ei na luta por uma sociedade anarquista, uma sociedade em que a coerção e a exploração sejam abolidas. Fico feliz em saber que a Manuela Ferreira Leite, a quem eu classificava de "fascizóide, direitista, camafeu", é, na realidade, uma partidária das minhas causas. Obrigado, Manecas. Juntos, venceremos!

Bom fim-de-semana a todos e anarquem muito!

2 comentários:

Peixe disse...

Assim sendo, vais mudar de nome? eheheh ;) Fica-te a matar: Peter Manuelo Ferreiro Leiteiro of Pan! Uau, que inveja... ahahahah
Beijocas.
P.S.: Oiça lá... Mas vossa excelência agora não responde aos comentários, é? Assim não têm piada... :'(

Carlos Pires disse...

Peter:

1. Como é que funcionariam os HOSPITAIS numa sociedade anarquista (não vale responder "pior que em Portugal não podia ser")?

2. Direitista, do ponto de vista de um defensor da anarquia, é pior que esquerdista?

cumprimentos