quinta-feira, julho 02, 2009

Os piores filmes

Vagueando pela blogosfera, por vezes deparo-me com posts em que se aconselham filmes a visualizar. Eu acho muito bem e gosto deste tipo de comunicação, pois a um gajo desperta-se-lhe a curiosidade e fica com uma ideia do que pode vir a encontrar nas películas aconselhadas. Porém, considero que faz falta, muita falta, blogues onde se avisem os incautos cinéfilos de filmes que nunca, jamais, devem ver! É para suprir essa falha que hoje abro um post dedicado a esse assunto: filmes de fugir a sete pés.

Abençoadamente, posso afirmar que, no que toca a filmes, já vi muita porcaria, mas daquelas mesmo atrozes, de berrar aos céus, filmes que uma pessoa vê e fica a pensar que o penteado da Manuela Ferreira Leite até dá uma obra de arte melhor do que aquilo, vi poucas. Lembro-me, por exemplo, do Always, feito pelo Spielberg, e que abandonei a meio por já não aguentar mais a coisa. Lembro-me também de me emprestarem uma cassete VHS contendo um autêntico atentado de nome Doidos Varridos (escapa-me agora o título original), uma suposta comédia que começava com alguém a cozinhar um bebé no forno. Vi cinco minutos daquela porcaria e parei. Como vingança, gravei por cima um filme porno e disse à pessoa que me emprestara a VHS que a fita tinha quebrado e quase me estragara o leitor de vídeo. A pessoa pediu desculpas e não voltou a falar da merda do filme.

E não foi muito mais do que isto, pois tenho por hábito desde logo evitar filmes com o Steven Seagal, Jean Claude Van Damme, Dolph Lundren e demais heróis de acção, cujas "aventuras" podemos considerar a priori que não valem um chavo. Recentemente, contudo, caí na armadilha de ver um filme que, de tão mau que é, quase me fez temer pela própria vida. A sério...

A película em questão dá pelo nome de Dungeons and Dragons: The Wrath of the Dragon God (página na Internet Movie Data Base aqui). E nem sei o que dizer disto. Apenas que é mau, péssimo, terrível. Se este filme fosse uma pessoa, seria o Hitler! Quando meti o dvd no leitor, a minha intenção foi desanuviar dos temas intelectuais e ver uma treta comercialeca para descomprimir, o que também é saudável fazer de vez em quando (ninguém aguenta muitos dias seguidos a ver Pasolinis, Fellinis, Tarkovskis, Eisensteins, Murnaus, Langs ou Sá Leões). Mas essa intenção saiu furada, porque não só não desanuviei como entrei em stress pós-traumático. Juro que, passada meia-hora de filme, eu já dava por mim a pensar que seria melhor tirar o dvd e pôr na Sic Notícias para assistir à estreia do novo programa do Pacheco Pereira, o Contraponto. Só por isto já se vê o estado em que me encontrava: de total desespero!!!!

Daí o meu conselho: se algum dia estiverem para ver este filme, NÃO O FAÇAM! Peguem antes na obra de um Chuck Norris, por exemplo. Ou de um Manoel de Oliveira, que faz filmes de acção num registo diferente (é o chamado filme de acção sem acção nenhuma, o que não deixa de ser um conceito revolucionário e original!). A coisa é tão ruim, tão ruim que, no caso de um serial-killer lunático vos raptar e obrigar a ver o Dungeons and Dragons: The Wrath of the Dragon God sob pena de vos cortar um braço se não o fizerem, o melhor é suplicarem logo para terem o braço cortado! Eu juro que só vi o filem até o fim (sim, consegui) porque foi a única maneira que encontrei de me auto-punir. Foi uma lição que ensinei a mim próprio, de modo a jamais repetir a brincadeira. E, altruísta como sou, deixo-vos o aviso: passem longe. O mais longe possível. Do tipo: se virem este dvd na Fnac ou no clube de vídeo, apanhem um avião para a Sibéria, por forma a não serem apanhados pelas ondas de choque.

Em contrapartida por este aviso, peço somente uma coisa: que deixem, na caixa de comentários, as vossas experiências. Ou seja, quero saber quais os filmes que vos fizeram ter a mesma reacção que eu tive aquando do play no Dungeons and Dragons. Que filmes não aconselhariam nem ao Pedro Santana Lopes? Quais os que vos fizeram ficar a soro e em estado de coma? Prestem um pouco de serviço público aqui no estaminé e comuniquem os piores filmes da vossa vida, se fizerem favor. Eu ficarei agradecido. Até porque, se alguém me tivesse avisado acerca do D&D, eu hoje seria um homem muito mais feliz... Vá lá, contribuam!

P.S.: Se alguém alegar sequer que o Pulp Fiction pertence à galeria dos filmes a evitar, digo desde já que terá em mim um feroz inimigo e que tudo farei para lhe enviar uma caixa com 100 cópias dessa magnífica obra-prima que é o Dungeons and Dragons: The Wrath of the Dragon God!

21 comentários:

DeepGirl disse...

Sex And The City...

Até meio do filme, enterrei-me literalmente no banco para que, apesar do escuro, o meu ex-namorado (na altura, era mesmo namorado)não visse a minha expressão de horror e não me mandasse à cara que culpa era minha por ter decidido ir ver aquele filme (ele queria ver um drama qualquer...).

No intervalo, peguei nas tralhas, saí, e fui comprar gomas para não pensar nos 5€ mais mal gastos na minha vida!

Peter of Pan disse...

Sim, esse também é muito mau!!!! A série até tinha piada, mas o filme é vergonhoso, concordo.

S* disse...

Eu nao sou esquisitinha, gosto de muita coisa. Mas filmes chinocas ou de karaté... NO WAY.

Rita disse...

"Doidos por Mary" é das coisas mais sem piada nenhuma que eu já vi, num filme que era suposto ser para rir. Tem piadas tão mas tão secas que nem um sorriso consegui esboçar...
Jokas

Ilda disse...

"A angustia do guarda redes no momento do penalti", é um daqueles que se não tivermos cuidado pode mesmo deixar sequelas, eu acho que desde esse dia nunca mais fui a a mesma!

Pulha Garcia disse...

Experimenta ver o filme Francês "Irreversível"... contém entre outras pérolas uma cena de violação de 15 minutos...sai a meio.

PS- Pulp Fiction é o melhor filme da década de 90.

Peter of Pan disse...

@S*: desde que excluas os clássicos do Bruce Lee fora disso, tudo de acordo! :)

@Rita: eu acho piada ao Doidos por Mary. Acho mesmo! Ainda hoje me espatifo com a cena do cão...

@Gaja: e antes disso, eras melhor ou pior do que és agora?! :)

@Pulha: discordo e discordo. Acho o Irreversível excelente, e não, não é por ter a Monica Bellucci. Considero um filme muito bem feito, original na sua narração às avessas e intenso q.b. Quanto ao Pulp Fiction: não é apenas o melhor filme da década de 90. É o melhor filme, ponto.

francis disse...

epá tantos que não me lembro de nenhum...mas se me lembrar venho cá dizer-te pá...por um sportinguista tudo...depois disto lembrei-me do filme que está a ser as eleições do benfas...dá ?

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Mau, mas mesmo MAU, intoleravel, absurdo, foi o filme "Café e Cigarros" (salvo erro é assim) que vi no Alvalaxia e saí a meio pela primeira vez, porque sou daqueles que quando compra um bilhete, nao compra metade, e porque pode sempre haver surpresas. Ali nao podia mesmo...

ab

papagaio disse...

e o filme pago pelo estado onde um gajo senta-se começa o filme e a tela fica preta o filme todo só se ouve vozes?e ainda por cima foram gastos 200 mil euros em vestuário para actores?isso sim é uma obra literária como lixar o estado

Peter of Pan disse...

@Francis: o Benfica é sempre um filme... dos maus!

@Daniel: nunca vi, mas até me pareceu ser interessante. É do Jim Jarmusch, certo?!

@Papagaio: mais outro que não vi, e do qual fugi previamente. Acho que quanto ao Branca de Neve do César Monteiro estamos todos avisados...

El Guru disse...

É pá, eu até queria dizer mal do Pulp fiction só para receber as 100 cópias do D&D, mas não consigo...

Quanto a filmes maus, mas maus mesmo, é só verificar na ficha técnica os que têm o Diogo Morgado como "actor"...

Alexandra disse...

Eu diria o "Curious Case of Benjamin Button" não sei porquê nunca, mas nunca consegui terminar de ver o filme...e da única vez que tentei terminá-lo,adormeci :s

Ilda disse...

Era melhor, mas agora que falas disso, sinto que piorei mais nos ultimos tempos... não sei pq... :)

Isobel disse...

Jean Claude Van Damme...hummm.... quem não gosta de ver aquela «coisinha mais gostosa» a efectuar....

....a «espargata».... (não, não vem de espargos...é aquela coisa da ginástica, que não sei escrever, mas tu certamente saberás...)

P.S: Agora, estava a eu a precisar de trabalhar e não consigo parar de pensar no Vanzinho...

Isobel disse...

Pulha Garcia disse...
Experimenta ver o filme Francês "Irreversível"... contém entre outras pérolas uma cena de violação de 15 minutos...sai a meio.




As personagens eram uma mãe e duas filhas? A mãe e a filha mais velha morrem e a mais nova abraça o violador com carinho e é poupada é esse???

Bem se é, o filme é mais profundo que uma violação de 15 minutos. Se não é... é apenas mais um filme europeu com violações...


P.S: A violação de 15 minutos é sem dúvida irreversível...

Agora que penso nisso, onde está o Van Damme?!

Daniela Major disse...

Nunca vi o Pulp Fiction..é sobre o que?

Daniela Major disse...

Isobel: esse filme que fala é outro. O irreversivel é com a Monica Belluci, o que fala da rapariga que é violada e a que a mãe e a irmã morrem é outro.

Peter of Pan disse...

@El Guru: recuso-me a ver filmes com o Diogo Morgado.

@Alexandra: eu até tenho curiosidade em ver o Benjamin Button...

@Gaja: eu também não sei...

@Isobel: não, não é o mesmo filme.

@Daniela: espero que estejas a ser irónica (eu sei que estás...) :)

eli disse...

olá.. encontrei o teu blog hoje e já mandei umas valentes risadas...obrigado por isso!!~

o pior filme que vi em toda a minha vida e já são alguns :P foi sem dúvida o jeepers creepers, acho que se escreve assim!!!
horroroso, pavoroso, é de meter medo ao susto!
***

Peter of Pan disse...

Eli, o Jeepers Creepers (está bem escrito) é mesmo mau... mas acredita, o D&D é bem pior!