quarta-feira, julho 01, 2009

Quem me manda a mim dizer coisas parvas?!

Ontem eu e a minha senhora decidimos fazer uma caminhada ao finalzinho da tarde, só para exercitar os músculos e variar dos outros desportos que praticamos em casa, como sejam o levantamento do comando da televisão, o mergulho para o sofá ou mesmo o (mais radical) sexo no polibã. A temperatura estava agradável, nem frio nem calor, soprava uma suave brisa e o trânsito já se encontrava mais calmo, fora da típica confusão das horas de ponta. Tudo a nosso favor, portanto, tirando uma irritante lambreta Famel Zundapp que apanhámos a meio da passeate e que aparentava seguir-nos, pois fiquei com aquele ruído "eeeeeeeeeeeeeeeehhhhhhhhhhhhhhhh" a soar durante vários minutos no meu aparelho auditivo.

Até que resolvo estragar tudo. Ao passarmos por uma rua, não resisti a ler o nome indicado na placa: "Rua das Artemísias". Era a oportunidade para dizer uma parvoíce. Irreflectidamente, virei-me para a minha gaja e fi-lo:

"Olha ali, já viste o nome que está naquela placa?! Tão bonito, Rua das Artemísias... se algum dia tivermos uma filha, vamos pôr-lhe este nome: Rua!"

Pois. Armei-me em parvinho e obtive uma resposta, mas não a que eu esperava. Rápida que nem um foguete, ela pegou numa pedra da calçada e jogou-a, certeira, na minha cabeça. Enfim, não fosse ela adepta benfiquista, muito gosta esta gente de andar à pedrada, valha-me Liédson!...

Caí inanimado, claro está. A sorte é que a gaja fez recentemente um curso de socorrismo (um dia, talvez faça um post sobre isto) e lá consegui voltar ao mundo da consciência, só para ver a minha t-shirt cheia de sangue, o que me fez desmaiar outra vez, e isto levou a que tivesse de ser novamente reanimado, e assim por diante (a minha gaja jura que teve de me fazer regressar umas 1278 vezes, mas eu não acredito... deve ser só conversa).

Resultado da minha parvoíce: 23 pontos na cabeça e a certeza, certezinha, de que se um dia tiver uma filha, ela NÃO se chamará Rua. Uma pena...

19 comentários:

Alexandra disse...

Pelo menos não te tirou a capacidade de escrever posts destes,curtos mas com o que q.b. de imaginação...Rua...já pensei em Praceta,mas a coisa pode dar mau resultado na escola e a miúda ainda se mete em cenas de lutas de lama e pedras e depois é hospital "paqui" hospital "pa lá"...enfim,não dá jeito.Não tenho cara de condutora de ambulância.

Alexandra disse...

"mas com o seu q.b." Correção.

S* disse...

:S Isso é que é um amor forte... tão forte que faz mossa!

Pulha Garcia disse...

Gosto do amor à bruta. Solta o casa.

Ps: "Era a oportunidade para dizer uma parvoíce" esta frase podia resumir a minha vida.

Rita disse...

Podia ter sido bem pior, se ela tem acertado noutra zona poderia causar a total incapacidade de alguma vez vires a ter filho(a)s...
Jokas

Peter of Pan disse...

@Alexandra: "Praceta" é boa! Ou "Rotunda"...

@S* e ferida!!!

@Pulha: resume, com mais acutilância, a minha...

@Rita: olha aí está uma imagem na qual eu escusava de pensar. Brrrr, até tremi todo!

Peixe Frito disse...

'Mai logo já te deixo aqui uns comentários mais elaborados! Agora, é apenas para te dizer duas coisas breves: 1.º Grandes Paradise Lost, ando com o Draconian Times a rodar no chasso; 2.º Num breve momento de insanidade, resolvi atribuir um prémio aqui ao teu estaminé, que poderás comprovar na minha fritadeira. Espero que gostes de rosa... looool
Beijinho.

Ilda disse...

Rua! Fonix, ainda se fosse Avenida! E para a próxima não terás a sorte de ser reanimado, ou melhor chamo o Luis Filipe Viera para o fazer!

Daniela Major disse...

ó Ilda avenida é bom, mas eu diria que Praceta ainda é melhor...imagina só

PRACETA AI DE TI QUE VOLTES A MEXER NO NARIZ DO PAI!

Ilda disse...

Ahahahahaha! Também é bem pensado...

Maldonado disse...

Man, larga os drunfos, pá! :)

Inês Brito disse...

É por isso que eu só quero rapazes..

Bj,
(i)

Rafeiro Perfumado disse...

E rendeste assim, por uma ninharia de 23 pontos? Nem ruela a tua filha se vai chamar, pá, vais levar com uma Maria ou uma Inês que te lixas!

Peter of Pan disse...

@Peixe Frito: 1º, alguém com bom gosto! Sou absolutamente obcecado por essa banda! 2º, está bem, podia ser pior, normalmente só me dão é contas para pagar...

@Gaja: mas o LFV tem bigode, como é que ele poderia fazer-me respiração boca a boca?

@Daniela: filha minha não mexerá no meu nariz. Quem é que pensas que sou, o Michael Jackson?!

@Maldonado: eu não posso tomar disso, entra em conflito com as outras merdas que enfio para a veia!

@Inês: mas isso não te resolve propriamente o problema. Podes ter um filho "Beco", ou "Largo", ou "Pátio"...

@Rafa: digamos que um calhau com 5 quilos apontado repetidas vezes à tua cachola possui um "peso" argumentativo muito forte...

francis disse...

tá visto que não a podes deixar ir à bola com os NN ela vem com a pontaria afinada.

Peter of Pan disse...

Ela podia dar lições de balística àqueles gajos...

Isobel disse...

Tenho a certeza que o futuro pai dos meus filhos adoraria chamar «curva» à filha, por uns segundos...ESPERO QUE NÃO!
Enfim, entre isso e aqueles nomes de filósofos medievais que me elencaste, venha o «diabo» e escolha!

P.S: 'Tou farta de cada vez que deixo um post ver um boneco sobre rodas azul e ter de transcrever coisas estrabólicas como «duckwa». PORQUÊ?!

Isobel disse...

Olha agora o teu blog pede que escreva «antst». Bem sei que não está relacionado com o tópico. Mas, pareceu-me interessante assinalar, diria até relevante.

Cá vou eu escrever «antst».

Peter of Pan disse...

Tu escreves o que o blogue pedir, e mai nada!