terça-feira, julho 19, 2005

Planos de figuras partidárias para estas férias

Como já devem saber, eu estou sempre bem informado ao nível do que se passa nos meandros da política. As últimas notícias que me chegaram dizem respeito aos planos de férias de alguns políticos da nossa praça. E, verdade seja dita, pode verificar-se que nem nesse curto período eles param! Quem disse que os nossos políticos não trabalham? Eles estão sempre à frente, prontos para a apresentação de novas ideias, para a recuperação de outras mais antigas... enfim, é um abuso. Vejam então aquilo que vai ocupar as mentes dos nossos amiguinhos:

José Sócrates:
1) Pedir a José Magalhães para enviar vírus informáticos aos computadores da sede lisboeta do PSD.
2) Convocar o responsável pelo design do partido, exigindo que este mude o símbolo do PS para um punho fechado com o dedo médio erecto.

Marques Mendes:
1) Descobrir onde é que Santana Lopes guarda as garinas que não usa.
2) Pedir a Pacheco Pereira para alterar o nome do seu blog para "Abgupto".

Jerónimo de Sousa:
1) Durante Agosto, fará os possíveis para tirar da cabeça qualquer imagem da Odete Santos em bikini.
2) Promover, nos laboratórios secretos do PCP, a criação de um novo Secretário-Geral, composto por partes dos corpos de Bento Gonçalves, Álvaro Cunhal, Nikita Krutschev e Leonid Brejnev.

Francisco Louçã:
1) Procurar, durante estas férias, novos fornecedores de cannabis para os comícios do Bloco.
2) Estudar os estatutos do Bloco, tentando encaixar de qualquer maneira uma alínea em favor das orgias.

Ribeiro e Castro:
1) Perguntar ao António Lobo Xavier como se calcula a Quadratura do Círculo.
2) Tentar o regresso de Giovanni Trappatoni ao nosso país, para substituir Maria José Nogueira Pinto enquanto cabeça de lista do PP à Câmara Municipal de Lisboa.

Eterno Entorno

3 comentários:

redbackspider disse...

Adorei os planos dos nossos políticos! Muito bem pensados! O Louçã, então, nem se fala!Ainda dizem que os nosso políticos não pensam!!!!ehehehehe

T. M. disse...

Muito bom, como sempre. Gostei especialmente do louça, o tele-evangelista endiabrado. Não posso com o homem.

ritz disse...

dúvida existencial: porque é que ficou estabelecido que o santana é galã, playboy, bon vivant, gigolo? feio como a noite dos trovões não deve ter sorte nenhuma. ninguém lhe pega. nem acredito que haja mulheres a cobiçá-lo nem homens a invejarem-lhe a cruz... mais: chamarem-lhe animal político e grande retórico é a piada do século. é só mais uma besta que não convence ninguém... enfim... publicidade enganosa