sexta-feira, setembro 12, 2008

E quem fala assim não é gago, caralho!!!

Hugo Chavez, o comuna-demagogo-populista-mas-antidemocrático-e-amigo-do-Sócrates:

"¡Váyanse al carajo, yanquis de mierda, que aquí hay un pueblo digno! ¡Yanquis de mierda, váyanse al carajo cien veces, aquí estamos los hijos de Bolívar!"

Não é preciso traduzir, pois não?! Nem é necessário chamar atenção para a contradição entre o linguajar e o "povo digno", certo?!

Não sou chavista (fónix! Antes cagar um pé todo...), mas até que achei piada às declarações (eu, na minha intimidade, digo coisas piores!)... Até me apetece dizer "Vale, coño!".

O mais engraçado - ou não - é que, há 3 anos, tivemos o Berlusconi a chamar "cogliones" aos apoiantes de Prodi, já este ano os deputados da nossa assembleia andaram a tratar-se por animais, agora é o Chavez a mandar os americanos para o caralho... É a política "estilo Fernando Rocha" a dar cartas! Que nos reserva o futuro? Aguardo com expectativa o momento em que um discurso político se tornará, linguisticamente, mais rico do que os cânticos das claques de futebol.

2 comentários:

Daniela Major disse...

Podiamos ter um Chávez cá...já o estou a imaginar a mandar o Cavaco para o cara**, e a MFL, para a mer**...era giro

Peter of Pan disse...

Ahahahahahaha! Boa!!! :)